Login

Contato

Por favor digite seu nome
Por favor insira seu email. Email inválido.
Por favor escreva sua mensagem
Busca - Categorias
Pesquisar - Contatos
Pesquisar - Conteúdo
Busca - Fonte de Notícias
Pesquisa - Marcadores

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
O Bacurau é uma ave da familia Caprimulgidae. Ocorre dos Estados Unidos e México até a Bolívia, Paraguai e Argentina, e também no Brasil.
  • Nome popular: Bacurau
  • Nome inglês: Pauraque
  • Nome científico: Hydropsalis albicollis
  • Família: Caprimulgidae
  • Habitat: Ocorre dos Estados Unidos e México até a Bolívia, Paraguai e Argentina, também no Brasil, onde há florestas ou capoeiras.
  • Alimentação: Alimenta-se à noite, capturando insetos em vôo.
  • Reprodução: Macho e fêmea cuidam dos filhotes fazem os ninhos diretamente no solo, põe 2 ovos amarelo-avermelhados manchados de marrom. Os filhotes possuem uma camuflagem quase perfeita, pois possuem uma coloração muito semelhante à da folhagem seca do chão da mata e quando os pais abandonam o ninho, eles permanecem imóveis, sendo muito difícil visualizá-los.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
Bacurau
Foto – Afonso de Bragança
Bacurau
Características: Mede cerca de 30 centímetros de comprimento. O macho apresenta uma larga faixa nas asas (observada em vôo) e os lados da cauda brancos e a fêmea possui uma estreita faixa amarelada nas asas e somente a ponta da cauda branca.
Comentários: Frequenta bordas de florestas, capoeiras abertas, campos com árvores isoladas, cerrados, capões de mata podendo também ser encontrado em matas secundárias e em processo de reflorestamento. Vive no chão. Só é visto durante o dia somente se espantado. Nestas ocasiões, voa curtas distâncias e logo volta a sumir em meio à vegetação rasteira, procurando se camuflar em meio às folhagens no substrato. Mede cerca de 30 cm de comprimento, o macho apresenta uma larga faixa nas asas (observada em vôo) e os lados da cauda brancos e a fêmea possui uma estreita faixa amarelada nas asas e somente a ponta da cauda branca
Foto – Afonso de Bragança
Bacurau
Foto – Afonso de Bragança
Bacurau
Referências Bibliográficas: Wikiaves / FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda. SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
Topo