Login

Contato

Por favor digite seu nome
Por favor insira seu email. Email inválido.
Por favor escreva sua mensagem
Busca - Categorias
Pesquisar - Contatos
Pesquisar - Conteúdo
Busca - Fonte de Notícias
Pesquisa - Marcadores

Avaliação do Usuário

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 
O quero-quero é uma ave da família Charadriidae O quero-quero é uma ave de porte médio a pequeno, com 32 a 38 cm de comprimento. Quando adulto, ostenta esporões no ângulo das asas, usados como arma de ataque e defesa.
  • Nome popular: Quero-quero
  • Nome inglês: Southern Lapwing
  • Nome científico: Vanellus chilensis
  • Família: Charadriidae
  • Habitat: Habita grandes campinas úmidas e espraiados dos rios, podemos encontrá-los em quase toda a América do Sul, desde o Amazonas até á Argentina.
  • Alimentação: Alimenta-se de invertebrados aquáticos e peixinhos que encontra na lama, também come artrópodes e moluscos terrestres.
  • Reprodução: Nidificam em uma cavidade esgravatada no solo, torna-se agressivo durante o período reprodutivo, os filhotes são capazes de abandonar o ninho quase que imediatamente após o descascamento do ovo.
    ESPÉCIE SEM DIMORFISMO SEXUAL
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
quero-quero
Foto – Afonso de Bragança
quero-quero
Características: Mede 37 centímetros, peso 277 gramas. Possui um esporão pontudo, ósseo, com 1 centímetro de comprimento no encontro das asas, uma faixa preta desde o pescoço ao peito e ainda umas penas longas (penacho) na região posterior da cabeça, tem um desenho chamativo de preto, branco e cinzento na plumagem. A íris e as pernas são avermelhadas. O esporão é exibido a rivais ou inimigos com um alçar de asa ou durante o voo. Macho e fêmea são semelhantes. Voz: “tero-tero”. Esse som é emitido dia e noite.
Comentários: Costuma viver em banhados e pastagens; é visto em estradas, campos de futebol e próximo a fazendas, frequentemente longe d'água. O quero-quero é sempre o primeiro a dar o alarme quando algum intruso invade seus domí­nios. É uma ave briguenta que provoca rixa com qualquer outra espécie habitante da mesma campina. As capivaras tiram bom proveito da convivência com o quero-quero, pois, conforme a entonação, o grito dessa ave pode significar perigo. Então os grandes roedores procuram refúgio na água.
Foto – Afonso de Bragança
quero-quero
Foto – Afonso de Bragança
quero-quero
Referências Bibliográficas: Wikipedia
Topo