O amarelinho Inezia subflava é uma ave da família Tyrannidae. Ocorre no Brasil, nas Guianas, Venezuela, Colômbia e Bolívia.

Amarelinho Foto: Guilherme Serpa
  • Nome popular: Amarelinho
  • Nome inglês: Amazonian Tyrannulet
  • Nome científico: Inezia subflava
  • Família: Tyrannidae
  • Sub-família: Elaeniinae
  • Habitat: Ocorre em grande parte da Amazônia brasileira. Encontrado também nas Guianas, Venezuela, Colômbia e Bolívia. Varia de incomum a comum.
  • Alimentação: Alimenta-se principalmente de insetos e outros pequenos artrópodes.
  • Reprodução: Reproduz-se construindo um ninho frágil em formato de xícara, localizado a 2,5 metros ou mais do solo. Põe ovos brancos.
  • Estado de conservação:

    Pouco preocupante

Amarelinho Foto: Guilherme Serpa

Características:

Mede em média 9 centímetros de comprimento e pesa entre 7 e 8 gramas. Na face tem detalhes como o bico preto, o loro branco que se emenda com um anel ocular branco ambos bem destacados. Íris amarela pálida. Mento branco, garganta e partes inferiores amarelas. Peito flamulado de oliváceo. Asas com duas barras verticais brancas.

Possui duas subespécies reconhecidas:

  • Inezia subflava subflava (P.L. Sclater & Salvin, 1873) - ocorre na região central da amazônia brasileira, no baixo rio Negro e do baixo rio Madeira até o leste do estado do Pará; no extremo norte da Bolívia (Beni e Santa Cruz); provavelmente também ocorre na região intermediaria da amazônia.
  • Inezia subflava obscura (J.T. Zimmer, 1939) - ocorre no sul da Venezuela (Amazonas), na região adjacentes do sudeste da Colômbia e no noroeste do Brasil no alto rio Negro.

Aves Brasil CBRO - 2015 (Piacentini et al. 2015); (Clements checklist, 2016).

Amarelinho Foto: Guilherme Serpa

Comentários:

Frequentam arbustos nas proximidades da água, em bordas de florestas de galeria, margens de rios e lagos, capoeiras jovens e campos com árvores esparsas. Vive solitário ou aos pares, procurando insetos na ramagem, ou ainda à meia altura nas árvores.

Amarelinho Foto: Guilherme Serpa

Consulta bibliográfica sobre a espécie:

  • FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda.
  • SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
  • Sigrist, Tomas Sigrist; Guia de Campo Avifauna Brasileira 1ª edição 2009 Avis Brasilis Editora.
  • ITIS - Integrated Taxonomic Information System (2015); Smithsonian Institution; Washington, DC.
  • CLEMENTS, J. F., T. S. Schulenberg, M. J. Iliff, D. Roberson, T. A. Fredericks, B. L. Sullivan, and C. L.. The Clements checklist of Birds of the World: Version 6.9; Cornell: Cornell University Press, 2016.

Referências