Login

Contato

Por favor digite seu nome
Por favor insira seu email. Email inválido.
Por favor escreva sua mensagem
Busca - Categorias
Pesquisar - Contatos
Pesquisar - Conteúdo
Busca - Fonte de Notícias
Pesquisa - Marcadores

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
O picapauzinho-verde-carijó é uma ave da família Picidae. Ocorre do Rio de Janeiro e Minas Gerais ao Rio Grande do Sul, Uruguai, Paraguai e norte da Argentina.
  • Nome popular: Picapauzinho verde carijó
  • Nome inglês: White-spotted Woodpecker
  • Nome científico: Veniliornis spilogaster
  • Família:Picidae
  • Habitat: Ocorrem do Rio de Janeiro e Minas Gerais ao Rio Grande do Sul, Uruguai, Paraguai e norte da Argentina.
  • Alimentação: Alimenta-se de insetos e suas larvas, principalmente de besouros. Para encontrar seu alimento, bate ligeiramente sobre a casca de madeira, tentando localizar alguma cavidade que contenha insetos. Come também frutas como abacate, caqui e a do pau-pólvora
  • Reprodução: Escava seu ninho em árvores e galhos secos, a alguns metros do solo, onde põe seus ovos brancos e brilhantes. Os filhotes são alimentados pelos pais com larvas de insetos. No período de reprodução torna-se territorial, agredindo outras aves que se aproximam do ninho.
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
picapauzinho-verde-carijo
Foto – Afonso de Bragança
picapauzinho-verde-carijo
Características: Com cerca de 17,5 centímetros, é o maior de um grupo de pequenos pica-paus esverdeados. Cabeça pardo-escuro, com o vértice avermelhado no macho; duas linhas brancas no lado da cabeça. Partes superiores marrom-esverdeadas, barradas de amarelo-esverdeados; partes inferiores pardacentas, manchadas de preto.
Comentários: Vive nas cidades, zonas rurais, pastos sujos, capoeiras, matas secas, bordas de Mata Atlântica e matas mesófilas. Costuma associar-se temporariamente a bandos mistos de arapaçus, traupídeos e outros passeriforme que vagueiam pela mata. É agressivo, quando apanhado pelo homem defende-se a bicadas, com as mandíbulas entreabertas, deixando duas perfurações na mão de quem o segura. Costuma dormir em buracos o ano todo.
Foto – Afonso de Bragança
picapauzinho-verde-carijo
Foto – Afonso de Bragança
picapauzinho-verde-carijo
Referências Bibliográficas: FRISCH, Johan Dalgas; FRISCH, Chistian Dalgas. Aves Brasileiras e Plantas que as Atraem 3ª edição. Ed. Dalgas Ecoltec - Ecologia Técnica Ltda, SICK, H. Ornitologia Brasileira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira. 1997.
Topo