Login

Contato

Por favor digite seu nome
Por favor insira seu email. Email inválido.
Por favor escreva sua mensagem
Busca - Categorias
Pesquisar - Contatos
Pesquisar - Conteúdo
Busca - Fonte de Notícias
Pesquisa - Marcadores

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 
O Mutum-de-penacho é uma ave da família Cracidae, encontrado no Brasil, Paraguai, Bolívia e Argentina. São aves arborícolas um pouco maiores que uma galinha, possuem penacho com a ponta das penas recurvadas para cima.
  • Nome popular: Mutum-de-penacho
  • Nome inglês: Bare-faced Curassow
  • Nome científico: Crax fasciolata
  • Família: Cracidae
  • Habitat: Ocorre ao sul do Rio Amazonas, do Brasil central até o oeste de São Paulo, Paraná e Minas Gerais. Encontrado também na Bolívia, Paraguai e Argentina. As populações da Amazônia, pertencentes à subespécie Crax fasciolata pinima, encontram-se ameaçadas de extinção, sobretudo em conseqüência da caça
  • Alimentação: Alimenta-se de frutos, folhas e brotos de plantas. Caça também caramujos, gafanhotos, pererecas, lagartixas e outros pequenos animais.
  • Reprodução: Faz o ninho sobre árvores, onde a fêmea põe de 2 a 3 ovos brancos com a casca bastante áspera, que choca durante 30 dias. Os filhotes já nascem espertos e de olhos abertos. Nos primeiros dias de vida, movimentam-se sobre a cauda da mãe e logo entre a galhada, sempre dormindo sob as asas da mãe. Acompanham os pais ainda durante alguns meses
  • Estado de conservação: Pouco preocupante
Foto – Afonso de Bragança
mutum-de-penacho
Foto – Afonso de Bragança
mutum-de-penacho
Características: Mede cerca de 83 cm de comprimento e pesa 2,7 kg. O macho é preto com a região da barriga branca e a fêmea tem a plumagem preta listrada de branco, cabeça e pescoço preto, peito canela e barriga bege
Comentários: Habita o chão de florestas de galeria e bordas de florestas densas. Vive aos pares ou em pequenos grupos familiares. Embora passe a maior parte do tempo no chão, empoleira-se para dormir. Procura sempre o mesmo poleiro para dormir, mas em noites enluaradas fica muito inquieto, abandonando o ponto tradicional e procurando outro local próximo. Trai seu nervosismo por movimentos de abrir e fechar da cauda. Outros tiques nervosos são os movimentos súbitos de sacudir a cabeça lateralmente e eriçar o penacho.
Foto – Edgard Thomas
mutum-de-penacho
Foto – Afonso de Bragança
mutum-de-penacho
Referências Bibliográficas: Wikiaves
Topo