Clique para ver imagem em tamanho real

Vira bosta - Molothrus bonariensis


Nome em Inglês

Shiny Cowbird

Habitam paisagens abertas como campos, pastos, parques e jardins. Entre junho e setembro são muito gregárias, concentrando-se em pousos noturnos comunitários ou buscando alimentos em gramados e áreas campestres com capim baixo. Nessas concentrações, é possível observar os machos ameaçando-se mutuamente com seu característico comportamento de apontar o bico para cima e caminhar em direção ao oponente com as penas brilhando ao sol.
O hábito de fuçar nas fezes do gado a procura de sementes mal digeridas lhe confere seu nome popular vira-bosta. Segue o gado para capturar os insetos por ele deslocados. Aprende a comer em comedouros artificiais de aves, a catar migalhas em locais públicos e a seguir arados para capturar minhocas e outros pequenos animais. É considerado uma praga agrícola, especialmente em arrozais do sul do país. Os machos se exibem para as fêmeas com vôos curtos nos quais cantam sem parar, arrepiam suas penas e batem as asas semi-abertas e também com apresentações que envolvem eriçar as penas, balançando-as rapidamente e vocalizar. Sua vocalização atinge frequências inaudíveis para os seres humanos.

Ocorre em todo o Brasil e America do sul, menos na cordilheira dos Andes.

Reprodução

Entre julho e dezembro marca o início da reprodução, mas é após o acasalamento que inicia-se a fase pela qual a espécie é mais conhecida. Esta espécie não constrói ninho e a fêmea põe 4 ou 5 ovos por postura, sendo 1 no ninho de cada hospedeiro. Porém, em ninhos de sabiá-do-campo(Mimus saturninus) e joão-de-barro(Furnarius rufus), já foram encontrados 35 e 14 ovos de vira-bosta, respectivamente.Para chegar ao ninho hospedeiro, segue os “futuros pais adotivos”. Os ovos são de colorido uniforme e com a casca sem brilho, branco-esverdeados, vermelho-claros ou verdes, ou ainda com manchas e pintas, conforme a região geográfica. O tico-tico (Zonotrichia capensis) é muito parasitado e a adaptação vantajosa para o vira-bosta é a postura de seu ovo antes, ou no mesmo dia, daquela do primeiro ovo do hospedeiro. Como o período de incubação do vira-bosta é de 11 ou 12 dias, um a menos do que o do tico-tico, seu filhote, que é bem maior, nasce antes. Desta forma, o filhote do vira-bosta pode eliminar do ninho seus companheiros tico-ticos ou receber mais alimento, tendo maior probabilidade de sobrevivência. Quando abandona o ninho o filhote vira-bosta é alimentado pelos pais adotivos por 15 dias, solicitando alimento no bico através de um chamado característico, abaixando o corpo e tremulando as asas.

Alimentação

Alimenta-se de insetos e sementes.

REFERÊNCIAS: - Aves Pantanal

mico05a.jpg slg03a.jpg and01a.jpg san04a.jpg alma03a.jpg ft65-04a.jpg ft68-01a.jpg
Avalie esta foto (Sem votos)
Informações da Imagem
Nome da imagem:san04a.jpg
Autor da imagem / Nome do album:edthomas / Lago Sul - DF
Palavras chave:Vira bosta / Molothrus bonariensis / Shiny Cowbird / maria-preta / chopim / chupim / chupim-vira-bosta / melro / godero / gaudério / engana tico.
Tamanho:800 x 533 pixeis
Inserida em:28 Dez, 2010
Visualizações:13 vezes
Abertura:f/8
Distância Focal:500 mm
Flash:Compulsory Flash
ISO:200
Modelo:DSLR-A700
Programa de exposição:Aperture Priority
Tempo de Exposição:1/500 sec
URL:http://photoaves.com/galeria/displayimage-258.html
Favoritos:Adicionar aos Favoritos
Adicione o seu comentário
Nome Comentário
Confirmação 
Riso :lol: Bom :-P Muito Feliz :-D Sorriso :-) Neutro :-| Triste :-( Chorando ou muito triste :cry: Calmo 8-) Surpreso :-o Confuso :-? Envergonhado :oops: Chocado :shock: Mau :-x Olhos virando :roll: Piscando ;-) Idéia :idea: Exclamação :!: Questão :?: